NL ODONTOLOGIA

NL ODONTOLOGIA
DR. NELSON LIMA

quarta-feira, 20 de junho de 2018

IEADERN: GENRO DE PASTOR PRESIDENTE É CITADO EM COLABORAÇÃO DE RITA DAS MERCÊS

Rita das Mercês entregou ao Ministério Público Federal uma lista de 52 nomes de funcionários fantasmas da Assembleia Legislativa do RN, indicações de políticos e desembargadores. 

Mas, uma das citações chamou muito a atenção, a citação de deputado federal evangélico, que teria, segundo ela, indicado o genro do pastor presidente da IEADERN para a AL/RN. Seria ele funcionário fantasma, conforme apontou Rita, haja vista este rapaz ser o administrador do Templo Sede da Igreja, onde é muito bem remunerado para tal função.


A instituição centenária, teve sua festividade ofuscada em meio a tantos escândalos que a envolvem. Pior ainda, pela ilibada honra herdada das lideranças passadas, que ao passo dos dias tem sido maculada por situações constrangedoras ocorridas na atual gestão.

Para baixar a colaboração premiada na íntegra clique AQUI



sexta-feira, 18 de maio de 2018

EXTREMOZ: DESMANCHE DE VEÍCULOS ENCONTRADO NA CIDADE

Mais uma notícia chata sobre a Cidade de Extremoz: um desmanche é encontrado na cidade. 

Um desmanche de veículos foi encontrado na cidade de Extremoz, entre os bairros Moinho dos Ventos e Central Park Clube. Esse local fica bem próximo à nova entrada do município que dá acesso à BR 101.

Neste novo acesso, costumeiramente, ocorrem furtos e assaltos contra veículos, fato esse já bem conhecido do poder público, que até então é omisso em coibir tanta criminalidade. A população que já vivia temerária em transitar no local, em qualquer horário, passa a ter muito mais medo, tudo em função das novidades das páginas policiais sobre essa região, que diga-se de passagem, é a que mais cresce em Extremoz.

IEADERN: CENTENÁRIO CORRE RISCO DE SER NEBULOSO



Em meio a uma festa regada a "milhares de reais", a Assembleia de Deus no RN terá que prestar esclarecimentos na justiça. A diretoria da instituição foi citada para participar de audiência sobre o processo que move o Pastor Hilton Andrade sobre uma possível fraude documental no processo eleitoral da Igreja. 

Apesar da festa tão afamada e conhecida como "O Centenário", que vem arregimentando recursos humanos e financeiros de enorme envergadura, pode ser manchada por uma possível condenação por nulidade documental no dito processo. 

A "igreja" precisará provar o valor jurídico dos documentos que foram juntados ao processo eleitoral, com o risco, em caso destes documentos não possuírem legitimidade, de novas eleições e mudanças nos destinos da instituição. 

A audiência será no próximo dia 30. Apesar de ocorrer depois da festividade - marcada para o dia 26 -, o clima durante o evento pode não ser o desejado pelas lideranças, o que deixaria o "Centenário nebuloso".

sexta-feira, 4 de maio de 2018

STF: MINISTRA CARMEN LÚCIA DISCUTE AUXÍLIO MORADIA COM ASSOCIAÇÕES DE MAGISTRADOS


A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, discutiu nesta sexta-feira (4) com representantes de associações de magistrados a negociação referente ao auxílio-moradia dos juízes e membros do Ministério Público, em curso na Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal, da Advocacia-Geral da União (AGU).
A ministra relatou que aguarda a conclusão da negociação até junho deste ano para elaborar a proposta orçamentária do Poder Judiciário que será enviada ao Congresso Nacional. “Ou sairá uma proposta objetiva sobre o assunto ou teremos que ter outro caminho. Espero que aconteça a conciliação”, disse. Ela lembrou o caso dos planos econômicos, em que houve um acordo entre a AGU e entidades representativas dos bancos e dos poupadores sem necessidade do julgamento de ações que tramitavam no STF.
Em 21 de março deste ano, o ministro Luiz Fux acolheu pedido formulado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), autora da Ação Originária (AO) 1946, e remeteu as ações de sua relatoria referentes a auxílio-moradia para a Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal com o objetivo de que as partes alcancem solução consensual para a questão.
Na reunião de hoje, a ministra Cármen Lúcia pediu ainda aos representantes das associações que solicitem aos juízes dos estados responder o perfil dos magistrados brasileiros, elaborado pelo CNJ. “Quero anunciar o perfil no dia 11 de agosto e um número significativo de juízes ainda não respondeu. O perfil do magistrado brasileiro mudou muito e precisamos dos dados para traçar as políticas do Poder Judiciário e ajudar na elaboração do orçamento”, afirmou.
Outro assunto discutido foi a Resolução 219/2016, do CNJ, que determinou a redistribuição de pessoal para priorizar a força de trabalho do primeiro grau da Justiça. Algumas associações apontaram que estão tendo dificuldades para implementar a medida. “Por um lado, se entende a dificuldade de baixar o servidor do 2º grau para o 1º grau, porque tem demandas no 2º grau, por outro lado, é preciso reequilibrar a força de trabalho”, disse o presidente da AMB, Jayme de Oliveira.
A presidente do STF e do CNJ destacou que a resolução é importante para garantir a prestação jurisdicional aos cidadãos e informou que o Comitê Gestor Regional da Política de Atenção Prioritária ao Primeiro Grau de Jurisdição está analisando os resultados da medida, que serão anunciados na próxima reunião dela com as associações de magistrados.
Outros assuntos debatidos na reunião foram a segurança dos juízes e a política de valorização da magistratura. Participaram do encontro, além de Jayme de Oliveira, 24 presidentes de associações estaduais de magistrados.

FONTE: STF

GUAMARÉ: MAIS UM PROCESSO POR FALTA DE PAGAMENTO

Por motivo de inadimplemento contratual com a empresa JES Construções e Serviços Ltda - EPP, a prefeitura de Guamaré está sendo executada judicialmente. Essa dita empresa é responsável pela construção de diversas casas populares na cidade, entre outras obras que realizou como contratada pela prefeitura.

Neste sentido, incorre o valor à causa de R$ 211.816,56 (Duzentos e onze mil, oitocentos e dezesseis reais e cinquenta e seis centavos), apenas, cerca de 1% da arrecadação mensal da cidade. Com mais esse processo, chega no montante de quase 500, em que a prefeitura é reclamada, sendo a grande maioria na gestão do grupo político que domina a cidade a mais de 10 anos.

Assim como este contrato está inadimplente, devem existir muitos outros. Desta forma, carece que o legislativo municipal surja como real fiscalizador dos destinos do erário público, pois a Lei de Responsabilidade Fiscal está em total validade para ser usada para coibir práticas irregulares na gestão pública do executivo. 

Acesse o processo clicando AQUI

Postagens mais visitadas