terça-feira, 23 de maio de 2017

VALE DE TUDO PRA SE DAR BEM?



Até onde chegará a irresponsabilidade de Helio Miranda?

Se todos os absurdos desta gestão fraudulenta não fossem gritantes, o último ato, é certamente mais gravoso, jogando toda a mínima sobra de moralidade que ainda restava no filho de Mundinho na mais imunda superfície. Hélio, FRAUDOU, sim FRAUDOU a Lei orçamentária do município, quando incluiu, de maneira irregular, texto de total desconhecimento dos vereadores à época e aos de agora, permitindo assim, a ilegitimidade da implementação do PCCS, que fora proposto por ele mesmo.

Tudo isso já é muito grave! Mas, ainda pode piorar, quando ele, Helio, incita a magistrada da comarca de Macau ao erro formal e material, pois nessa base ela afixou a queda de liminar proferida a viabilizar a implementação do plano dos servidores.

Teria Hélio, premeditadamente, cometido crime de falsidade ideológica? Teria ele cometido crime de improbidade administrativa? Depois de todos estes atos ilícitos, incontestavelmente, apresentados, que ele ainda fuja dos rigores da lei? Estamos aguardando as cenas dos próximos capítulos desta novela, que certamente se aproxima de um final feliz, pelo menos à população de Guamaré.

Realmente, o tiro saiu pela culatra!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.