segunda-feira, 1 de maio de 2017

1° DE MAIO: FILME TRISTE, QUE ME FEZ CHORAR!!!



Dia 1° de maio, dia do Trabalhador... Hoje, é um dia onde o trabalhador recebe, em tese, todas as homenagens. Mas, infelizmente no Brasil já não mais se pode ostentar este dia, como anteriormente se fazia, como dia festivo. Depois de tantas agressões aos trabalhadores, tais como a reforma previdenciária, reforma trabalhista, e, consequentemente, a perda de inúmeros direitos, o dia deveria ser de luto e não de festa. As conquistas que levaram décadas para se conquistar, diluiram-se em minutos pelas mãos sanguinolentas dos legisladores brasileiros.


Na bela Guamaré, os servidores efetivos do poder municipal, em nada podem comemorar. Depois de uma árdua lide, os servidores receberam uma liminar garantidora da implementação do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salarios), entretanto a 11 dias se espera um pronunciamento oficial do gestor INTERINO.  Não é estranho a indiferença de Hélio Miranda, ele, nestes últimos meses tem alocado muito dinheiro em terceirização de mão de obra, tudo isso, para que, não caia na lei de responsabilidade fiscal, a LCP 101/2000, haja vista, a prefeitura se encontrar com um edema funcional neste segmento. Ou seja, o INTERINO pouco se dedica a atender as expectativas do funcionalismo, mostrando realmente suas reais intenções administrativas. 


Este dia tinha tudo pra ser grandioso, porém se tornou um dia qualquer, sem qualquer valor em função de tantos assaltos aos direitos dos trabalhadores. Este filme, com final já conhecido, está mais para tragédia grega. Por isso, nos lembramos da canção de Chico César, Filme Triste:
"OH, OH, OH, FILME TRISTE, QUE ME FEZ CHORAR!!!
OH, OH, OH, FILME TRISTE, QUE ME FEZ CHORAR!!!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.