sábado, 24 de junho de 2017

BRASIL: NÃO ME CONVIDARAM PRA ESTA FESTA POBRE, QUE OS HOMENS ARMARAM PRA ME CONVENCER

Imagem relacionada

Governo Temer chega a míseros 7% de aprovação. Depois de tantas acusações, tantos escândalos, tantas mudanças incoerentes, o presidente Michel Temer está acuado à uma rejeição sem precedente, mostrando-se bem mais grave do que o governo Collor.

Preocupado com tanto desprezo social, Temer busca desenfreadamente manter a sua governabilidade, mesmo pra que isso ocorra, ele precise usar das mais vis ações, e mais vituperosas alianças. Ontem, o PMDB do presidente, mostrou o quanto é corruptível e passivo à toda e qualquer prova circunstancial contra si ou seus aliados. Mostrou isso, quando de forma ridícula, o Presidente da Comissão de Ética do Senado, o Senador João Alberto Souza (PMDB-MA), arquivou sem recurso o processo de cassação de Aécio Neves. Eis ai o jogo sujo e imundo dos partidos que compõe a base aliada de Temer. Agora, responda cidadão brasileiro: ainda tem moral para se sustentar na presidência um homem como Temer? Será que as provas apresentadas contra Aécio são insuficientes, como afirmou João Souza? Chega a ser vergonhoso, não só no Brasil, mas no mundo todo.

Um presidente patético cria uma nação de "patetas". 

Cazuza em sua música "Brasil", ainda que escrita a 30 anos, se faz contemporânea à realidade vivida hoje o país. Segue a letra:

"Não me convidaram
Pra esta festa pobre
Que os homens armaram
Pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer

Não me ofereceram
Nem um cigarro
Fiquei na porta
Estacionando os carros
Não me elegeram
Chefe de nada
O meu cartão de crédito
É uma navalha

Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram
Pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer

Não me sortearam
A garota do Fantástico
Não me subornaram
Será que é o meu fim?
Ver TV a cores
Na taba de um índio
Programada
Prá só dizer "sim, sim"

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Grande pátria
Desimportante
Em nenhum instante
Eu vou te trair
Não, não vou te trair

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Confia em mim
Brasil!"  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.