terça-feira, 20 de junho de 2017

O SERVIDOR MERECE RESPEITO



- Em Guamaré, muito se age e se faz na surdina e na calada da noite. As vezes chegamos a crer que cabeças estão rolando, quando na verdade o que há é a velha famigerada "dança das cadeiras". Esse jogo envolve cifras incomensuráveis, que muito bem podiam ser usadas na implementação dos PCCS dos servidores, que já vêm perdendo tanto em seus proventos, que, por exemplo, um cargo de nível técnico vem perdendo de janeiro até agora, certamente, daria para adquirir uma moto zero km, imaginem os cargos de nível superior. 

- Não há satisfação quando ferem os direitos, e direitos estes elaborados pela mesma pessoa que impede sua garantia. Não há incompetência maior a um gestor, mesmo que INTERINO, do que massacrar o servidor. Meu Deus! O servidor é a mola propulsora ao funcionamento da máquina pública, sem eles não existiriam os serviços públicos. Respeito não é apenas pagar em dia. Adimplemento nos créditos dos servidores é uma das OBRIGAÇÕES de qualquer gestor público, não é bondade, tampouco coisas de super-homem. Respeito é um ciclo de tarefas obrigacionais do gestor, onde ele não pode se eximir de cumpri-las. Neste ponto, os servidores de Guamaré sofrem e sofrem muito. Não há respeito, muito menos o cuidado com o servidor, logicamente, com isso a perseguição é arma pronta desta administração pífia e asquerosa. O que existe pro servidor é um cabresto e um chicote. Cabresto para o calar, sem ao menos poder expor sua indignação. E o chicote é para o açoitar com tantos desmandos e medidas sem o menor cabimento institucional e constitucional.

- Enquanto a gestão for duvidosa, promíscua e desrespeitosa, não há cidade que siga em direção ao progresso. Pois, antes de mais nada, O SERVIDOR MERECE RESPEITO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.