NL ODONTOLOGIA

NL ODONTOLOGIA
DR. NELSON LIMA

sexta-feira, 21 de julho de 2017

CADÊ A GUAMARÉ CADA VEZ MELHOR???

Resultado de imagem para INTERROGAÇÕES


Em 2015, o prefeito à época, e hoje INTERINO, Helio Miranda, firmou contrato com a empresa Asfalto Construções e Serviços LTDA-ME, para construção, em 240 dias, de um calçadão e uma ciclovia na ligação entre o distrito de Salina da Cruz e o Centro de Guamaré. Este contrato, inicialmente, tinha como valor R$ 3.383.598,20 (três milhões trezentos e oitenta e três mil quinhentos e noventa e oito reais com vinte centavos), só que, antes do estorno do prazo de execução ocorreu o primeiro aditivo, no dia 1° de abril de 2016 - será que há alguma semelhança com o dia da mentira? - que fomentou mais R$ 631.608,74 (seiscentos e trinta e um mil e seiscentos e oito reais com setenta e quatro centavos), não ocorrendo alteração no prazo de entrega. Outros dois aditivos (09 de maio de 2016 e 08 de setembro de 2016) surgiram a postergar a entrega em mais 220 dias. 

Como a empresa não realizou a obra, pois já foram emitidos dois comunicados da prefeitura convocando-a para prestar esclarecimentos sobre os motivos que a fizeram não cumprir a obrigação-de-fazer-coisa-certa, que teria como prazo final o dia 19 de dezembro de 2016 - prazo que que recebeu aumento de 120 dias do prazo original, e a prefeitura não conseguindo mostrar sua força, o contrato perdeu seu valor. Apesar de grande habilidade pra gastar, a gestão INTERINA não é habilidosa em concretizar obras, que além dessa, outras mais estão inacabadas, paradas, e/ou abandonadas.

Assim hoje, foram publicadas duas matérias no Diário Oficial de Guamaré, onde Helio contrata uma outra empresa para "remendar" a obra inacabada do calçadão e da ciclovia. Para concluir a obra foi contratada a empresa CONSTRUTORA NOVA GERAÇÃO LTDA – ME, com sede em Açú, ao valor de R$ 653.467,86 (SEISCENTOS E CINQUENTA E SEIS MIL, QUATROCENTOS E SESSENTA E SETE REAIS E OITENTA E SEIS CENTAVOS). Assim, ao final da construção - se é que dessa vez será concluída a obra - o montante do dinheiro público esparramado será de R$ 4.668.874,80 (QUATRO MILHÕES SEISCENTOS E SESSENTA E OITO MIL OITOCENTOS E SETENTA E QUATRO REAIS E OITENTA CENTAVOS). Com esses recursos, daria pra construir mais de 100 casas com 2 quartos, com uma suíte e de ótima qualidade, sem falar que a esse preço duplicou-se 17 km da Avenida Prudente de Morais, drenou e pavimentou 26 ruas do Brasil Novo, e muitas outras grandes obras de mesma dotação orçamentária.

Vejam as publicações com a nova contratação:





Assim, fica muito complicado dar credibilidade à uma gestão plenamente INCOMPETENTE! 

CADÊ A GUAMARÉ CADA VEZ MELHOR???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.

Postagens mais visitadas