sexta-feira, 14 de abril de 2017

GUAMARÉ: SOLTA BARRÁBAS E "CRUCIFICA" O POVO



Hoje é sexta-feira da Paixão. Os cristão  em todo mundo, reunidos, abordam sobre o sacrifício vicário de Cristo na cruz do calvário. O maior ato de amor incondicional de todas as épocas. O amor de Deus é tal imenso a doar seu único filho em prol de todos os pecadores. 

Mormente, esta cena cristã é encenada em todas as partes do mundo. Apesar deste ser momento ímpar na cultura cristã, no que tange à cidade de Guamaré, tudo corre dentro dos absurdos. Não falaremos dos gastos incalculáveis com o artista principal da encenação, mas tudo contribui para mais uma degradação do conceito da cidade. Ademais, mais diversas irregularidades estão patentes. Existe algo gritante neste evento:NÃO HÁ AUTORIZAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS PARA O USO DE ARQUIBANCADA DE FERRO. Ora, também é possível atestar a debilidade da estrutura montada, colocando em risco as vidas que ali podem estar. Seguem abaixo imagens que mostram a imensa irresponsabilidade dos organizadores.








Quase nada de ferrugem, cuidado com o tétano...

Madeira das arquibancadas em péssimo estado

A má colocação está visível





O que vai aparecer nesta encenação não é o Cristo crucificado. Não se ouvirá os gritos de "solta Barrábas e crucifica o Nazareno", o que realmente vai se ouvir serão os gemidos de dor da sociedade, que está sendo vilipendiada, agredida e machucada pelo carrasco cruel e impiedoso, que não terá misericórdia e espera ansioso por sua morte. É o que está perceptível pelas mãos da gestão INTERINA de Helio Miranda que está colocando o POVO DE GUAMARÉ NA CRUZ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.