quinta-feira, 6 de abril de 2017

GUAMARÉ: O BEIJO DO "VAMPIRO"

Resultado de imagem para beijo do vampiro

Se já é muito difícil arrancar um sanguessuga, e se fosse um "vampiro"?. Assim é o gestor INTERINO Hélio Miranda em Guamaré, um "vampiro" sugando os cofres públicos, que piora quando o assunto é "aluguel" de prédios à prefeitura. Cada processo de aluguel mais absurdo do que o outro. E, tem mais, todos eles orçados com base, ultrapassando e muito, em região nobre de Natal, onde apartamentos de luxo oscilam entre 2 a 3 mil reais/mensais, mas em Guamaré, no preâmbulo desta gestão, qualquer "casinha" alugada à prefeitura excede os valores praticados em área nobre da capital. Como entender tamanha aberração?

Os alugueis de Guamaré são, na realidade, uma folha de pagamento paralela, inescrupulosa e ilegal, que o INTERINO inventou. São dezenas de imóveis alugados, muitos deles subutilizados e/ou inutilizados. Veja o caso daquele prédio do sr. Japhet. Alugado por R$ 6.000 por mês para funcionar uma vez perdida. Ou seja o município não tinha necessidade de alugar aquele prédio, muito menos por este valor. Isto é uma prova que é um salário que ele arrumou pra Japhet. Onde está a necessidade real do uso do prédio? E, o pior, esse contrato de aluguel com Japhet é ilegal, visto que Japhet é pai da secretária municipal de transportes. Isso é vedado pela legislação. O município não pode celebrar contratos com parentes de membros da administração municipal.


Outros dois casos entraram em evidência nesta semana. O primeiro, informa que um "prédio", sem que as dimensões fossem expostas, claro, com pleno intuito de ludibriar a sociedade, haja vista, que não haver cabimento de um prédio, que segundo as informações não é tao grande, que justifique o valor mensal atribuído, tivesse seu contrato de aluguel estipulado, na bagatela de R$ 3.150,00/mensais. O segundo é ainda mais grotesco, pois aluga-se uma casa no Distrito de Baixa do Meio no valor de R$ 2.100,00/mensais, quando na mesma rua e casa semelhante não passa de R$ 400,00/mensais. Não há argumento plausível para tantos aluguéis. Está patente que os fins desses aluguéis são "empregar" outras pessoas do grupo, e assim, desviar o foco dos empregos comissionados. E, nem adentramos no cerne dos familiares do INTERINO, que possuem inúmeros contratos de locação junto à prefeitura. VERGONHA! Lamentavelmente, esta prática dissimulada e cretina, mancha ainda mais o currículo desta gestão. Essa "Folha de Pagamento" dos aluguéis é outra vergonha para o município. Este "beijo" está sugando os recursos municipais cada dia mais, deixando sangrar e sangrar , fazendo com que a prefeitura esteja "quase" em estado de inanição, correndo o risco de não mais conseguir se erguer após esta mazela de gestão.






Alguém traga alho, crucifixo e água benta, pra ver se o VAMPIRO vai embora!.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.